SERÁ QUE VAI DAR CERTO?

A pergunta mais comum e a mais difícil de responder em todo início de relacionamento: será que vai dar certo? Esta é uma pergunta que, na verdade, não tem uma resposta definida. Então, como você sabe?

É impossível funcionar, ou que os dois estejam felizes, sem que haja comunicação. Mas se comunicar não tem nada a ver com falar muito, e sim expressar o que está sentindo ou passando. Se existe uma boa comunicação é fácil resolver os problemas que surgem com o tempo.

Escutar é tão importante quanto se comunicar. Não se trata de ficar quieto e ouvir o que a pessoa tem a dizer, mas ouvir e compreender. Se entender. A pessoa deve saber que pode lhe contar qualquer coisa que ela terá atenção. Saber ouvir ajuda a criar laços de cumplicidade.

Compreensão é outro ponto essencial. Antes de julgar uma situação, por mais absurda que pareça, se coloque no lugar da pessoa. Entenda o que ela sente, como pensa, o que quis falar ou porque se comporta de tal maneira. Homem e mulher se comportam de jeitos diferentes. Ao invés de se irritar, tente compreender. Nenhum casal pensa igual em tudo. E entender isso ajudará a serem mais tolerantes e justos.

Ser tolerante com atitudes ou comportamentos é a parte difícil já que, normalmente, é muito difícil dar essa liberdade ao outro. Todos têm o direito a momentos de independência sem se sentir limitado. Controlar a pessoa, querer estar sempre junto ou proibir o outro de fazer certas coisas por insegurança sua é o que mais pode afastar alguém de você.

No início, é normal que só tenham vontade de ficar juntos e sozinhos, porém, é fundamental que vocês tenham vida social. Não só individual, mas também como casal. Isso significa que vocês devem ter amizades em comum com as quais possam sair. A mesma coisa com família. Sair com parentes, se divertir, fará a confiança nessa relação aumentar.

Um relacionamento sem confiança mútua é como estar num carro sem gasolina: não sai do lugar, só empurrando, mas cansa. Não é confiança cega, mas racional. Se não há motivos para desconfiar, infernizar pelo medo ou insegurança só afasta a pessoa. A falta de confiança só torna a convivência difícil e impede de desfrutar coisas gostosas da relação.

O afeto demonstra amor, fundamental uma vez que a paixão diminui e aquele fogo inicial estabiliza. É importante ter atitudes carinhosas e demonstrar isso a fim de prolongar a relação. Não se sentir querida é uma das principais queixas das mulheres. O carinho deve receber uma atenção especial de todos, já que é o que mais se perde com o tempo.

Se você já encontrou aquela pessoa que te faz sorrir só de pensar nela, não por beleza ou status, mas pelas boas lembranças de momentos em que estiveram juntos, não a deixe ir embora. Hoje, as pessoas estão perdendo muito tempo tentando entender o que deviam apenas sentir. Você não sabe se vai dar certo, mas apenas você pode fazer dar certo.

LEIA TAMBÉM: PRIORIDADES.